UX Design

Design de aplicativos: por que você precisa se preocupar com ele?

Postado por: em 14/01/2019

Eles estão em todos os lugares e provavelmente você está lendo este texto na tela de um deles. Os smartphones são um sucesso. Nos últimos anos, eles se tornaram um dos objetos mais populares do mundo.
Para se ter uma ideia, uma pesquisa da Fundação Getúlio Vargas de abril de 2018 estima que, no Brasil, há 220 milhões de celulares ativos. Detalhe, o país tem 207 milhões de habitantes.
Com os celulares modernos vieram os aplicativos, programas que entregam soluções para facilitar o dia a dia do usuário. Seja na troca de mensagem com amigos, familiares a aqueles que auxiliam nas atividades físicas, o mercado de desenvolvimento mobile é recheado de opções.
Mas no mundo de possibilidades que há nas lojas de aplicativos, o que faz um se destacar no meio da multidão?
É uma pergunta complexa de responder porque, afinal, uma série de aspectos conta. Desde o mercado específico que se quer atingir até detalhes sobre a programação.
Uma, no entanto, será comum a todos eles: o design. Quanto mais fácil, interativo e bonito for a aplicação, maior será a chance de ela ter sucesso no mercado.
É para tirar as suas dúvidas sobre o design de aplicativos que escrevemos este texto. Vamos explicar porque é importante investir na área, quais são os aspectos para se ter atenção quanto a ele. Por fim, vamos compartilhar algumas dicas para você.

Vamos lá?

Qual é a importância do design de aplicativos?

Imagine que você baixou um aplicativo para auxiliar em uma corrida de rua. Ao acessá-lo, o cadastro é complexo e difícil. Depois, você tem dificuldades de encontrar as informações para resolver seu problema.
Além disso, o esquema de cores é confuso e o visual passa falta de profissionalismo. O que você faz? Provavelmente vai deletá-lo na primeira oportunidade.
O design de aplicativos é que vai deixar a relação entre aplicação e usuário intuitiva e coerente. Para além disso, ele vai transmitir valores importantes da sua empresa para o seu cliente.
Um programa com um bom design vai fazer com que a experiência de uso seja eficiente e prazerosa Também fortalece a sua marca. Como resultado, trará uma melhora da retenção e nas avaliações nas lojas de aplicativos e o aumento de downloads. Consequentemente maior lucratividade para a empresa que o desenvolveu.
Mas para fazer isso com sucesso, é preciso entender dois conceitos: o de experiência do usuário (UX) e o de interface do usuário (UI). Eles são os principais aliados de quem quer aprimorar o design de um aplicativo.

Quais os aspectos do design de aplicativos?

Um time que trabalha o desenho de uma determinada aplicação precisa se concentrar em duas coisas principais: em como o usuário vai navegar pelas funções do programa e como essas funções vão aparecer para eles.
É a partir desses dois pontos que nasceram os conceitos de experiência e de interface do usuário. Eles são utilizados pelas principais empresas de tecnologia do mundo para criar experiências cada vez melhores em seus aplicativos.

Experiência do usuário (UX)

É o profissional dedicado à experiência do usuário (UX) que vai estudar o universo do usuário e do negócio para fazer o planejamento do aplicativo.  Ele precisa entender o que o cliente e a empresa precisam da aplicação para, assim, definir as funções que serão disponibilizadas no programa.
Para além disso, é  aqui que vai ser pensado o manuseio do programa. Quais os botões que um usuário precisa apertar para realizar determinada função? Ou como vai ser a experiência de navegação dele no programa?
Essas são duas perguntas que um designer de UX precisa fazer na hora de desenvolver uma solução. Porque, afinal, quanto mais fácil é o manuseio de um aplicativo, melhor é a experiência que ele proporciona e mais pessoas ele vai conseguir reter.

Interface do usuário (UI)

Ter um aplicativo de bom manuseio vai ajudá-lo a reter clientes e melhorar a avaliação do programa. Mas se ele falhar em passar a mensagem, você pode ter um problema.
É na UI que são feitas as escolhas (de cores, tipográficas, de imagens) que vão permitir que o usuário entenda e use com perfeição o aplicativo.
Além disso, as melhores práticas do UI trazem fortalecimento da marca e entregam um valor diferenciado para o cliente e, assim, contribuem para o aumento do faturamento de um determinado programa.
O designer responsável pela interface tem como missão ajustá-la para que ela passe a mensagem da forma mais eficiente possível. Ele vai se preocupar com a combinação de cores, as fontes, as telas e as imagens. Tudo para que ela transpareça da melhor forma possível os valores da empresa por trás dela.

Como melhorar o design de um aplicativo?

Melhorar o design é um processo trabalhoso. Ele exige que você tenha uma equipe dedicada por trás disso e especializada em trazer a melhor solução para a sua empresa.
É fundamental, por exemplo, que o desenho do seu programa esteja alinhado com o branding da sua empresa.
É preciso saber também usar a linguagem visual para transmitir exatamente os valores e a mensagem que você quer passar para o usuário. Para ajudar você nesse trabalho, separamos algumas dicas importantes:

Preocupe-se com as cores

Cores despertam emoções. Errar na combinação delas no seu aplicativo pode fazer com que o usuário tenha uma experiência ruim no uso. Por exemplo, um botão muito claro pode passar a impressão de estar inativo. A cor vermelha em um botão de finalização de compra pode despertar um alerta de que algo não está certo. Enfim, as cores impactam em como o cliente vai conseguir interpretar e usar o seu programa. Outro ponto indispensável é que as cores devem estar alinhadas com a linguagem visual da sua marca. A sua equipe de design precisa prestar atenção especial a isso.

Os detalhes fazem toda a diferença

Um dos elementos que fez da Apple uma das maiores empresas do mundo é a obsessão que eles têm com os mínimos detalhes. Aspectos como o estilo dos elementos, a escolha tipográfica e os ícones utilizados são importantes para diferenciar o seu aplicativo dos demais, criando uma experiência incrível para o usuário, além de melhorar a retenção dele.

Invista em uma experiência personalizada

O usuário está cada vez mais exigente. Afinal, as opções nos dias de hoje se multiplicam e a atenção se tornou um ativo valioso. Criar vínculos é fundamental para manter o aplicativo com uma boa retenção, incentivar a recomendação do programa e, por fim, melhorar a lucratividade dele.  
A melhor forma de fazer isso é investir em uma experiência personalizada. Criar chatbots para estabelecer uma nova forma de interação mais pessoal é um exemplo disso. O outro é a personalização por meio do uso de machine learning e inteligência artificial que consegue criar uma experiência exclusiva a partir do uso de dados. Trabalhar a gamificação também é uma ótima saída, além de ter um aspecto de incentivar (e melhorar) a interação com o usuário.
O design de aplicativos é fundamental para quem empreende no mundo na tecnologia. Para quem quer se destacar entre as soluções que já existem no mercado. Ter uma equipe ao seu lado que o ajude neste aspecto vai fazer a diferença na hora da sua empresa desenvolver ou atualizar uma determinada aplicação.
Por fim, agora que você entende um pouco mais sobre design de aplicativos e qual é a sua importância para o usuário final, que tal assinar a nossa newsletter? Nela enviamos conteúdo relevantes da área de tecnologia direto para o seu email. É simples, fácil e vai ser muito útil para você! 

A gente bem sabe que melhor do que encontrar o cliente, é ser encontrado por ele. Apostamos em tecnologia para que a sua marca esteja ao alcance de tudo.