Clubes de Assinaturas

Como aumentar faturamento da empresa com clubes de assinatura

Postado por: em 17/09/2019

Aqui no Blog da Rits costumamos falar bastante sobre clubes de assinatura. Afinal, é um modelo de negócio que está aquecido e vem trazendo importantes resultados. 

Entre 2015 e 2019, os clubes de assinatura cresceram 167% apenas no Brasil. Um importante exemplo desse crescimento, são as grandes marcas investindo nesse modelo de negócio.

Por exemplo, a Nike lançou um clube de assinatura voltado para crianças. A empresa tem o objetivo de atrair os pais. Isso com a promessa de menos idas às lojas em troca de uma mensalidade regular e lealdade à marca.

Empresas de todos os tamanhos tem buscado inserir esse modelo de negócio por recorrência em suas estratégias. Isso acontece, porque os clubes de assinatura são uma excelente oportunidade de crescimento para as empresas. 

Muitas empresas têm investido e conseguido aumentar seus faturamentos. 

Portanto, neste artigo, vamos falar um pouco mais sobre esse modelo de negócios. Vamos trazer alguns números relevantes e finalmente mostrar como é possível aumentar o faturamento de uma empresa com clubes de assinatura. 

Então, confira o conteúdo a seguir e boa leitura! 

 

O que é clube de assinatura?

Caso esse seja o seu primeiro contato com esse modelo de negócios, separamos esse tópico a fim de que fique melhor explicado. Então, se você já leu nossos artigos anteriores e já sabe o que é um clube de assinaturas fique a vontade para pular direto ao tópico seguinte! 🙂 

O clube de assinaturas é um serviço em que o consumidor paga um valor pré-determinado (semanal, mensal, semestral), para ter acesso a conteúdos exclusivos e de qualidade relacionados ao tipo de negócio que a empresa oferece. 

Os produtos podem ser diversos, dependendo do nicho da empresa. Podem produtos físicos, digitais, ou até mesmo serviços. Podem ser produtos comercializados pela loja ou marca, a cursos e consultorias.

Os clubes de assinatura se fundamentam como negócios de recorrência. Ou seja, esse tipo de negócio é feito por meio de produtos e serviços que são comercializados com pagamento recorrente. 

Se quiser saber mais sobre negócios de recorrência leia o artigo 5 modelos de negócio de recorrência.  

 

Exemplos de modelos de assinatura

Neste tópico, vamos mostrar alguns modelos de assinatura. Como uma empresa pode investir em clubes de assinatura e recorrência? 

No início do texto demos o exemplo da Nike, uma grande empresa, que tem investido nesse modelo de negócio. Contudo, além da Nike, também podemos destacar a Amazon e o Grupo Pão de Açúcar. Marcas que são grandes player e estão com os olhares voltados para o negócio de recorrência.

 

Cosméticos e maquiagens

O mercado da beleza é um dos mais fortes no Brasil. São itens extremamente utilizados e de consumo altamente rotativo.

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC), em 2018, um período considerado de crise, o setor de beleza foi um dos mais movimentados e obteve um crescimento de 2,77%.

Os produtos e serviços desse segmento são super aplicáveis ao modelo de assinaturas. 

Um grande exemplo de modelo de assinatura de cosméticos e produtos para beleza é o Box da The Beauty (do grupo O Boticário). Ele é um clube de assinatura, que entrega todos os meses caixas com produtos de beleza e perfumaria nacionais e internacionais. Os produtos, se dividem em duas categorias, First Picks e o Hot Picks. 

 

Produtos Digitais

Seja qual for o empreendedor ele sempre deseja que seu negócio seja rentável e escalável. Os produtos digitais são extremamente escaláveis!

Nesse modelo, não é necessário logística de entrega de produtos, uma vez que os assinantes recebem o produto pela internet.

Outro fator muito positivo é que produto digital é produzido uma única vez, “empacotado” (formato de entrega) e distribuído em escala, sem limitações geográficas.

Dentre o grande número de possibilidades de produtos digitais, podemos destacar os cursos online, consultoria por vídeo conferências, produção de conteúdo para web, plataformas e softwares.

A exemplo da Adobe, a venda recorrente de software também é uma excelente forma de vender produtos digitais. Ao invés de cobrar um valor pela licença de um software, passaram a cobrar uma mensalidade fixa, onde o assinante acessa não apenas um software, mas um pacote deles.

Esse modelo é chamado de Software as a Service (SaaS), a tradução livre para o português pode ser: “software como um serviço”.

Grandes exemplos de SaaS são os queridinhos Netflix e o Spotify. Que oferecem seus conteúdos, mediante a pagamentos mensais.

 

 

Comidas e bebidas 

Outra ótima opção para o modelo de recorrência é a gastronomia. Os produtos também são de fácil escalabilidade, possuem grande rotatividade e facilmente podem passar a sensação de exclusividade ao consumidor.

Um exemplo interessante desse modelo é o Clube Wine. Neste clube de assinaturas, os amantes de vinho mensalmente uma caixa surpresa, com dois vinhos, além da Revista Wine e um corta-gotas. Um dos diferenciais oferecidos pela Wine é a curadoria dos vinhos. São vinhos selecionados por especialistas aqui no Brasil e no mundo. 

Outro benefício oferecido aos assinantes são os descontos de 15% em todas as compras no site e frete grátis. Dois excelente prática para ajudar na permanência do assinante.  

Investir em um modelo de assinatura que leve uma experiência gastronômica diferenciada para os consumidores é outra ótima opção.

 

Quais os benefícios do modelo de assinaturas?

Logo no começo do artigo falamos que os clubes de assinatura se encaixam no mercado de venda por recorrência. 

Esse formato traz alguns benefícios, tanto para o consumidor como para o empresário.

Ele proporciona a permanência prolongada dos clientes, aumenta as vendas e faz a empresa crescer. 

Além dessas vantagens, ele também diminui os custos com pessoal, facilita cobranças e reduz a inadimplência. O uso das métricas das taxas de cancelamento também vão auxiliar na melhoria constante do produto oferecido.

 

Confira esta lista de vantagens:

  • Redução da inadimplência;
  • Automação;
  • Previsão de lucros mais transparente;
  • Fidelização de clientes;
  • Possibilidade de inovar nos negócios;
  • Aumento de valor agregado do produto;
  • Melhor controle financeiro;
  • Crescimento sustentável;
  • Agilidade e economia de tempo;
  • Melhor controle da demanda.

 

Então, para o consumidor a recorrência também traz muitos benefícios. Isso porque para que o modelo tenha sucesso, as duas partes precisam estar satisfeitas com o negócio. Ou seja, a empresa estará constantemente buscando formas de manter o consumidor satisfeito. 

Um dos benefícios apontados para os clientes é, sem dúvida, a comodidade. Ter acesso a produtos ou serviços sem sair de casa, com o pagamento já pré-agendado, e realizando um esforço mínimo para solicitá-los.

Ter maior controle financeiro, segurança no contrato e facilidade no pagamento são outros grandes destaques para os consumidores e que se tornam facilitadores para uma relação de sucesso entre a sua empresa e o pagamento recorrente.

 

Como aumentar faturamento da empresa com clube de assinaturas

Agora que já reforçamos a importância desse modelo de negócios e demos alguns exemplos de clubes de assinaturas, vamos direto ao assunto! Afinal, porque investir em clubes de assinatura irá aumentar o faturamento da empresa? 

Quando você já tem uma empresa e uma logística de funcionamento consolidada fica mais fácil introduzir o modelo de assinaturas a sua realidade. 

Inicialmente será necessário identificar dentro dos serviços e produtos que a empresa oferece como eles podem ser adaptados ao modelo. Fazer a análise completa e criar um plano de negócios para esse novo formato. 

É importante nessa etapa contar com ajuda de profissionais que já tenham experiência no setor. Pois, será necessário mapear como serão os processos e as necessidades. 

Em paralelo a essa etapa é importante levar em consideração por meio de qual plataforma todo o modelo de assinaturas será gerenciado. Exemplos de plataformas para clubes de assinatura, que se adaptam as necessidades da empresa são o Rits Box e o Rits Learning

Em um primeiro momento, pode parecer que tudo isso será muito trabalhoso e com um alto custo. A quantidade de trabalho e de custo dependerão de como o modelo será implantado na empresa. Mas, como já vimos nos tópicos anteriores, o investimento acaba sendo menor que em um modelo de negócio tradicional. 

Com o plano de negócios finalizado e a análise concluída ficará claro, por meio dos dados, que investir no modelo de assinaturas trará resultados positivos e aumentará o faturamento da empresa. 

 

***

Certamente você ficou convencido de que Investir em clubes de assinatura é uma excelente opção para aumentar o faturamento da empresa. 

Mas se ainda tiver dúvidas, não hesite em perguntar! Entre em contato com a Rits e saiba como é possível aumentar os números positivos da sua empresa com esse modelo de negócio.